img_4271

Dia Internacional pelo fim da violência contra a mulher inicia em vigília

“Estamos alertas! Em vigia, em mobilização umas pelas outras! Nos queremos vivas, livres e sem medo! Nenhuma a menos!”. Este é o ideal dos guarapuavanos que lutam pelo fim da violência contra as mulheres. E para fortalecer a mobilização, nas primeiras horas de hoje, sexta-feira (25) ainda de madrugada, dezenas de mulheres e homens foram até a Praça 9 de dezembro para vigiar, orar e lembrar das mulheres que foram assassinadas na cidade. Durante a vigília, as participantes vestiram-se de preto e ergueram cruzes em sinal de luto, além de acender velas e depositar flores. Poesias, cantos e depoimentos também integraram o momento de introspecção e reflexão.

Durante todo o dia, as cruzes estarão na Praça 9 de dezembro em sinal de alerta. “Não é só a violência física que mata. A violência psicológica, a sexual, a moral, a patrimonial e a institucional também retiram o direito a uma vida digna e sem medo das nossas mulheres. Estamos aqui para mudar nossa realidade. Mulher, você não está sozinha!”, disse a vice-prefeita e secretária de Políticas para as Mulheres, Eva Schran.

A ação faz parte dos 16 dias de ativismo contra a violência de gênero e também em alerta pelo dia internacional de combate à violência contra a mulher, que é lembrado em todo o mundo hoje, dia 25 de novembro.

Deixe uma resposta